Uma obra de arte ambiciosa, grandiosa que deixa qualquer amante da arte, da astronomia e da arquitetura ansiosa para presenciar tamanho feito. Desenvolvido e pensado pelo artista americano James Turrell,  Roden Crater, localizado no norte do Arizona, Estados Unidos, é um complexo de túneis e galerias, construídos dentro do vulcão extinto, de mesmo nome, para observar a beleza da luz, observar planetas, estrelas, constelações e eventos celestes. Turrell é um artista reconhecido por criar instalações com a luminosidade no papel principal.

Em 1977, após uma extensa pesquisa para achar um local adequado para tamanha ambição e propício para observações do céu, Turrell conheceu o vulcão Roden Crater e conseguiu comprar o terreno onde está localizado, começando então o projeto.

turrell-tour-roden-crater

Turrell se inspirou nos sítios arqueológicos dos antigos Incas, que construíram monumentos com o propósito de observar o céu e as estrelas.

james-turrell-roden-crater.1

É um observatório da arte astronômica, a olho nu. Os túneis foram arquitetados para capturar a luz diretamente do sol em todas as horas do dia, os planetas e as estrelas à noite.

crater_bowl_roden_crater

CRATER BOWL

ALPHA (EAST) TUNNEL

ALPHA (EAST) TUNNEL

A primeira grande fase da construção incluiu o trabalho de movimentar mais de 1,3 milhões de jardas cúbicas de terra para moldar a cratera do vulcão. Seis espaços foram concluídos, incluindo dois dos mais difíceis: a formação do Crater Bowl e do Alpha (East) Tunnel .

sun-roden-crater-1

SUN | MOON CHAMBER

SUN | MOON CHAMBER

roden-crater-3

EAST PORTAL

EAST PORTAL

O complexo Sun | Moon Chamber, East Portal, e o Crater’s Eye, são unidos pelo Alpha (East) Tunnel por um túnel de ligação ao Crater Bowl.

roden-crater--eyes

CRATER’S EYE

CRATER’S EYE

Por ainda estar em construção, o Roden Crater não está aberto ao público, e recentemente os idealizadores começaram uma campanha para arrecadar fundos para a conclusão da obra.

Vai custar milhões. Quantos, eles não revelaram, mas um passo importante para finalizar o projeto que já tem 40 anos foi dado dias atrás.  A Fundação Skystone, uma organização sem fins lucrativos formada para supervisionar a construção, contratou Yvette Lee para ser diretora-executiva, anteriormente ela trabalhou no Guggenheim and Whitney Museum of American Art, tendo bastante experiência em angariar fundos para projetos de arte.

Quando concluído, até o momento 35% já foi finalizado, irá conter 21 espaços de visualização e seis túneis. Construída para durar séculos, a Roden Crater liga o físico ao efêmero, o objetivo com o subjetivo, em uma experiência sensorial transformadora.

Esperamos poder apreciar essa obra de arte o quanto antes!